• redacaotrendtimes

Sorvetes Rochinha exalta sabores da Mata Atlântica e lança sabores de Uvaia e Cambuci, frutas ícones

Em parceria com o Instituto AUÁ iniciativa busca fortalecer o cultivo das agroflorestas e o empreendedorismo socioambiental com produtos inéditos nas Praças Rochinha


Cambuci e Uvaia: duas frutas da Mata Atlântica Paulista | Imagem: Gilberto Oliveira Jr

A Sorvetes Rochinha, tradicional marca do litoral norte paulista, em busca de valorizar as frutas da biodiversidade do Brasil acaba de lançar uma linha inédita desenvolvida especialmente em parceria com o Instituto AUÁ: Sabores da Mata Atlântica: Uvaia e Cambuci, frutos ícones da Mata Atlântica no Sudeste. As novidades estarão nas franquias da marca em São Paulo – litoral e interior, Matinhos e Guaratuba (Paraná), Itapema (Santa Catarina) e Angra dos Reis (RJ), além da Food Kombi.


Os dois novos sabores ressaltam a essência da marca na valorização dos sabores brasileiros e de frutas de verdade, exalta o orgulho caiçara, e mais do que isso, têm em seu conceito uma maneira de fomentar o Ecomercado e a conservação da biodiversidade por meio das agroflorestas.


Os sabores levam em suas receitas as geleias de Uvaia e Cambuci, produzidas pela Paca Polaca, marca de empreendedorismo social de Clarice Reichstul, parceira do Instituto AUÁ. As matérias primas são feitas de maneira artesanal, em panela de cobre, com receitas centenárias de tradição judaico-polonesa. As frutas, com tons mais ácidos, encontraram na base de natas desenvolvida pela Sorvetes Rochinha um equilíbrio surpreendente assim que o produto é levado à boca, tornando a experiência de paladar única e especial.


A Sorvetes Rochinha nasceu no coração da Mata Atlântica e, se aliar com uma ação que visa a preservação agroflorestal, o desenvolvimento do pequeno agricultor e o fomento do ecomercado está intrinsicamente ligado ao posicionamento adotado pela marca em seus manifestos. A chegada da linha Sabores da Mata Atlântica reforça a preocupação com a sustentabilidade que a Sorvetes Rochinha adota desde 2018 em suas ações.


Segundo Lupercio Moraes, CEO da Sorvetes Rochinha, esse é mais um dos passos de uma série de novas ações socioambientais que a empresa pretende angariar nos próximos anos.

“Nós entendemos que a indústria de hoje tem papel fundamental no desenvolvimento socioeconômico e ambiental, com responsabilidade. A parceria com o Instituto AUÁ faz total sentido e chegou em um momento chave da marca. Vamos produzir sorvetes de alta qualidade, com frutas da Mata Atlântica, que tem tudo a ver com a história caiçara que tanto nos orgulha, por pertencer ao litoral norte”, ressalta.

Para Gabriel Menezes, presidente do Instituto AUÁ, a parceria com a Sorvetes Rochinha é o começo da materialização do propósito de se unir com marcas importantes, que tenham consciência sustentável e força para apresentar para o público as frutas nativas da Mata Atlântica. “Quando fechamos uma parceria com uma indústria do porte da Rochinha, entendemos que é uma vitrine para que o consumidor conheça nossos sabores e também todo o trabalho executado por nós para preservar a floresta e suas riquezas, incentivar o pequeno produtor e fomentar o ecomercado. É mostrar para o consumidor toda a riqueza do bioma paulista por uma marca tradicionalmente paulista”, explica.


Com a iniciativa, a Sorvetes Rochinha acredita que é possível potencializar os pequenos negócios e contribuir com a preservação dos biomas brasileiros de maneira sustentável e, ao mesmo tempo, lucrativa para todas as esferas do desenvolvimento socioeconômico. “A partir do momento que uma indústria do porte da Rochinha se alia à um Instituto com a credibilidade do AUÁ, sabemos que uma roda de desenvolvimento sustentável gira de maneira que preserva e transforma a vida de pessoas que vivem dos seus pequenos cultivos e negócios. Essa é a essência do lançamento do Sabores da Mata Atlântica: incentivar a preservação dos biomas pela agrofloresta, a economia local e os pequenos produtores”, revela Moraes.