• redacaotrendtimes

Procura por serviços de saúde e bem-estar aumentam na pandemia

Pesquisas mostram o crescente interesse por produtos para a manutenção geral da saúde e bem-estar e produtos essenciais para a contenção do vírus da COVID-19, saúde e segurança pública



Uma pesquisa da Nielsen divulgada pelo Sebrae em julho de 2020 mostrou que estão crescendo as mudanças nos hábitos de consumo desde o início da pandemia do novo coronavírus.


As alterações que mais se destacam são o crescente interesse por produtos para a manutenção geral da saúde e bem-estar e priorização de produtos essenciais para a contenção do vírus da COVID-19, saúde e segurança pública.


Outra pesquisa, realizada pela Ernst & Young Global Limited, aponta que 84% dos entrevistados pretendem manter ou gastar mais com produtos e serviços de cuidados pessoais e que 50% deles vão, nos próximos 5 anos, valorizar mais o consumo de saúde.


Essas mudanças no comportamento de consumo vêm sido percebidas entre profissionais liberais da área da saúde.


“Eu tenho percebido mais interações das pessoas nas redes sociais e o aumento de procura pelos serviços de microfisioterapia e bioalinhamento. Percebi movimentos de interesse pelos meus serviços que antes da pandemia não estavam acontecendo na mesma proporção”, conta a fisioterapeuta Thaís Oliveira, de São José dos Campos.

Fonte: Assessoria de Imprensa