• Giovanna Leopoldi

ONG comemora 45 anos no Brasil ajudando 2,7 milhões de pessoas em resposta à pandemia

Em página especial comemorativa, organização reconhece o trabalho de heróis anônimos por todo país que colaboram junto à organização para uma sociedade mais justa e igualitária





A ONG Visão Mundial, maior organização não-governamental humanitária cristã do mundo e especializada na proteção à infância, comemora em agosto 45 anos de fundação de seu escritório no Brasil. Para marcar a data, a ONG conta a história de pessoas comuns que têm apoiado projetos e iniciativas desde a fundação, assim como de pessoas que foram alcançadas por seus programas ainda na infância e que hoje são adultos que fazem a diferença na proteção da infância e juventude brasileiras.


Nesses 45 anos, a Visão Mundial sempre teve como norteador a proteção de crianças e adolescentes. Em 2020, com a chegada da pandemia de COVID-19 ao Brasil, todas as operações foram voltadas para atender à emergência sanitária, que afeta direta e indiretamente milhões de crianças em situação de vulnerabilidade no país. Dessa forma, desde março, já são mais de 2,7 milhões de pessoas alcançadas em todo o Brasil, com iniciativas que vão de distribuição de cestas básicas e itens de proteção à saúde até o aconselhamento terapêutico e o desenvolvimento de atividades lúdicas para crianças em isolamento social.


Nesta resposta à pandemia, a Visão Mundial tem atuado diretamente em 12 estados e, indiretamente, em outros 9, por meio de parceiros do movimento Juntos pelas Crianças. As ações prioritárias incluem transferências de recursos e distribuição de alimentos, que já alcançaram 6,5 mil e 139 mil famílias, respectivamente. Também são distribuídos kits de higiene e limpeza, materiais lúdicos e educativos e conteúdos informativos. Novas parcerias irão permitir a instalação de pias móveis e o treinamento de profissionais de saúde nos próximos meses.


Na diretoria nacional da organização no Brasil desde 2019, Martha Yaneth Rodriguez enxerga o trabalho nas periferias urbanas como essencial para a erradicação da violência e a construção de um país melhor para crianças e adolescentes, inclusive após a pandemia. “A Visão Mundial Brasil consegue se manter atuante nos territórios e estados onde a vulnerabilidade é maior. São fenômenos de violência que precisam ser combatidos em defesa dos direitos da infância e da juventude, para que esses meninos e meninas fiquem seguros e protegidos”, afirma.


Ao futuro, ela prevê uma revisão das prioridades da organização para atender à realidade escancarada pela pandemia, fortalecendo as redes parceiras, comunidades, governos, mobilizando e sensibilizando a sociedade por um mundo mais humano e justo para todas as crianças e adolescentes. “Nossa meta é alcançar 22 milhões de crianças brasileiras de 2020 até 2023. Por isso, o Brasil é muito relevante no nosso cenário. Tanto por impactar mais meninos e meninas, quanto pela oportunidade de fazer algo semelhante pelos países da região”, conclui.


Novo site


A organização lança no mês de aniversário uma página especial para celebrar as realizações de 45 anos da ONG no Brasil, levantando e reconhecendo o trabalho de heróis anônimos por todo país, movidos pela proteção da infância


A página é destinada à narrativa de histórias de heróis anônimos, pessoas comuns que fazem com que a sociedade evolua para um lugar melhor e que mesmo em meio à situações complexas, encontram uma forma de demonstrar solidariedade para com o outro. Milhares de heróis anônimos percebem a oportunidade de colaborar na construção de um mundo melhor. Toda semana, novas histórias ajudarão a contar um pouco mais da trajetória da ONG no Brasil.


45 anos no Brasil

Em 1950, a Word Vision foi fundada nos EUA, por Bob Pierce, com o desejo de promover a justiça e assistência às crianças vítimas da pobreza.


Em 1961, o programa de apadrinhamento da World Vision passa a alcançar crianças no Brasil. Em 1975, com a demanda por ações locais, nasce a Visão Mundial Brasil. O primeiro escritório é inaugurado em Belo Horizonte, por George Doepp, com o desejo de levar vida em abundância para cada criança e adolescente no país.


Em 1981, com apenas seis anos de fundação no Brasil, a Visão Mundial já consegue apoiar mais de 24 mil crianças no país. No mesmo ano, o brasileiro Manfred Grellert é indicado como Diretor Nacional e inicia a construção da identidade nacional da organização.


Em 1982, com o desejo de ampliar as operações no país, é inaugurado escritório da Visão Mundial em Recife (PE).


No ano de 1991, a Visão Mundial Brasil ultrapassou a marca de 59 mil crianças apadrinhadas e 474 projetos em todo o Brasil.


Em 2020, a organização celebra 45 anos de atuação no Brasil, levantando e reconhecendo o trabalho de heróis anônimos por todo país, movidos pela proteção da infância


Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco