• tatianacarvalho4

Na volta às aulas, novas tecnologias ajudam a evitar contaminação nas escolas

Empresa CAME lança soluções para ajudar na retomada consciente das escolas, que vão de totem automático de álcool gel ao reconhecimento facial mesmo usando máscara


Crédito de Imagem: Divulgação

Um estudo realizado pelo Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostrou que a infraestrutura das escolas estaduais de São Paulo não permite o estabelecimento dos protocolos de segurança mínima para que se reduza o risco de contágio da covid-19.


Pensando em melhorar este cenário, as novas tecnologias são poderosos aliados para trazer soluções. A Came do Brasil – empresa de origem italiana com mais de 40 anos no mercado e líder mundial em produtos para automação de acesso – lançou uma linha de produtos que atendem às necessidades de distanciamento social nas escolas: a Catraca Avir 800, o Totem de álcool gel com termômetro e o Thermo Scanner.


A Catraca Avir 800 pode vir equipada com uma câmera térmica como acessório para medir a temperatura e com um compartilhamento para a higienização das mãos. Caso a temperatura corporal da pessoa esteja alta ou ela não faça a higienização das mãos, o sistema não autoriza a sua passagem.


O Totem de álcool gel com termômetro é o produto que, além de eliminar o vírus das mãos, vem com um termômetro que faz o controle da temperatura corporal e, caso alguém esteja com a temperatura elevada, a escola pode tomar as providências necessárias. Já o Thermo Scanner é capaz de aferir a temperatura a partir do reconhecimento facial 3D com precisão de 99%. A passagem só é liberada, caso a pessoa esteja com a temperatura dentro do desejado e esteja cadastrada no sistema. A tecnologia faz o reconhecimento facial mesmo se a pessoa estiver de máscara.


“Em tempos difíceis como esse, buscamos criar soluções que tragam benefícios para as pessoas a partir de tecnologias que facilitem a vida delas. No ambiente escolar, com a retomada das aulas, é essencial controlar a entrada dos alunos e medir a temperatura de quem entra na escola. Os três novos produtos evitam o contato físico e, consequentemente, diminuem os riscos de contaminação”, explica Marco Barbosa, diretor da Came do Brasil.

Estabelecimentos Comerciais


As mesmas tecnologias também podem ser utilizadas tanto na higienização, quanto no controle de acesso, de estabelecimentos comerciais que também começam a ser liberados no Brasil, como: restaurantes, padarias, academias, shoppings, escritórios, indústrias, entre outros. “Nossa linha de produtos é pensada em todos os locais que vão receber pessoas e precisam estar seguros para quem entra e sai. Estudamos os protocolos internacionais de contenção do coronavírus e focamos os nossos esforços em trazer soluções viáveis para o pequeno, médio e, também, para o grande empresário”, conta Barbosa.


Outras tecnologias


Além das novas tecnologias, a Came tem uma linha de produtos de controle de acesso que também evitam a contaminação, como as Portas Automáticas, que evitam o contato com qualquer superfície ou objeto, pois a abertura é feita por aproximação. As Catracas Flap que podem ser configuradas para que a liberação do acesso seja feita por aproximação, por celular ou por liberação de uma terceira pessoa na recepção, evitando que a catraca seja tocada. E, por fim, o aplicativo CAME Connect, que permite a realização de ações diretamente do celular. Assim, quando for fazer a abertura do portão, por exemplo, tudo pode ser feito pelo dispositivo móvel.