• redacaotrendtimes

Mr. Fit inaugura fábrica no interior do estado de SP e projeta crescimento de 50% em faturamento

A primeira franquia de alimentação saudável no Brasil passa a produzir 6 mil itens que vão abastecer mais de 250 microfranqueados e faturar R$ 14,5 milhões ao ano


Equipe Mr. Fit | Divulgação

Se 2020 gerou instabilidade e prejuízo para muitos setores da economia brasileira devido a pandemia causada pelo coronavírus, outros conseguiram prosperar mesmo diante das dificuldades. É o caso, por exemplo, da empresária Camila Miglhorini, fundadora da rede de alimentação saudável Mr. Fit. Após triplicar o número de franquias, passando de 120 para 376 unidades distribuídas por 18 estados brasileiros, ela investiu recentemente R$ 2 milhões em uma fábrica própria, localizada no município de Cosmópolis, a cerca de 110 km da capital paulista, para preparar cerca de seis mil itens por dia, entre marmitas, sucos e lanches prensados a frio, que deverão abastecer os mais de 250 modelos de microfranquia home office.


A nova fábrica contará com 17 colaboradores diretos e a previsão é que aumente em 50% o faturamento da rede em 2021.


“Com a implantação desse polo de produção, consigo reduzir os custos fixos para os microfranqueados e isso ajuda muito no faturamento deles também”, declara a executiva. Desde março, quando a pandemia do Covid-19 chegou oficialmente no Brasil, a franqueadora, sentindo um movimento comum no franchising em tempos de crise -a migração de desempregados para o sistema-, decidiu reduzir o valor do investimento inicial para quem desejasse adquirir uma franquia da rede.

O resultado da estratégia foi a venda de mais de 190 unidades do modelo home office, em que o franqueado comercializa as próprias marmitas da rede. A expectativa é encerrar o ano de 2020 com 400 unidades e um faturamento de R$ 65 milhões, contando todos os seis formatos de negócios oferecidos pelo Mr. Fit.