• redacaotrendtimes

Idosa de 90 anos é a primeira a ser vacinada contra covid-19 no Reino Unido


Uma mulher de 90 anos se tornou hoje a primeira pessoa do mundo a receber a vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Pfizer e BioNTech como parte da campanha de imunização iniciada no Reino Unido.


Margaret Keenan, que fará 91 anos na semana que vem, disse que o imunizante foi o "melhor presente de aniversário antecipado".


Ela recebeu a dose da vacina às 6h31 (3h31 de Brasília), no Hospital Universitário de Coventry, no centro da Inglaterra.


'Me sinto muito privilegiada por ser a primeira pessoa a ser vacinada contra a covid-19. É o melhor presente de aniversário antecipado que poderia esperar", Margaret Keenan.


Ela está isolada desde o início da pandemia em março e graças à vacina, da qual receberá uma segunda dose em 21 dias, "posso pensar em passar um tempo com minha família e amigos no Ano Novo", afirmou, de acordo com a agência de notícias britânica Press Association. Margaret, avô de quatro netos, usava uma camiseta com tema natalino no momento em que recebeu a dose.


O segundo vacinado no país foi um homem chamado William Shakespeare, de 81 anos, que se declarou "muito feliz".


O Reino Unido foi o primeiro Estado ocidental a autorizar o uso de uma vacina contra a covid-19. A China já imuniza sua população há alguns meses, com uso emergencial de imunizantes.


Cinquenta hospitais britânicos receberam nos últimos dias as primeiras 800 mil doses da vacina desenvolvida pela Pfizer e BioNTech, a única autorizada até o momento pela agência reguladora do Reino Unido, que chegaram de laboratórios na Bélgica.


A campanha britânica acontecerá em um primeiro momento apenas em hospitais devido à necessidade de armazenar a vacina em temperatura muito reduzida, entre -70ºC e -80ºC.


Em uma segunda etapa, serão estabelecidos 1.000 centros de vacinação, de ambulatórios a centro esportivos, anunciou o ministro da Saúde, Matt Hancock.


Ele disse que ficou "muito emocionado" ao ver Margaret sendo vacinada.


"Tem sido um ano muito difícil para tantas pessoas e, finalmente, temos nossa luz no fim do túnel", declarou ele à Sky News.

__________________________________________________________________________________


Do UOL

Leia Mais em: https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2020/12/08/idosa-de-90-anos-vacina-reino-unido.htm