• Giovanna Leopoldi

GP da Rússia: Hamilton passa susto no Q2, mas sobra no Q3 e crava pole número 96 na F1

Na 2ª parte da classificação, inglês tem volta deletada, aborta tentativa após acidente de Vettel, mas se garante na etapa final abrindo volta no estouro do cronômetro; depois, brilha no fim


Por Redação do ge — Sochi, Rússia


É redundante, mas Lewis Hamilton voltou a fazer a diferença para conquistar a pole número 96 na Fórmula 1, em Sochi (Rússia). Depois de passar um susto no Q2 e precisar garantir a classificação ao Q3 com uma volta aberta no último segundo, o hexacampeão sobrou na etapa final e quebrou o recorde da pista ao cravar 1m31s304. Neste domingo, se vencer a corrida, Hamilton igualará o recorde de 91 vitórias de Michael Schumacher.


Na última volta, Max Verstappen conquistou um lugar na primeira fila ao cravar 1m31s867 e desbancar Valtteri Bottas, que errou na última tentativa e ficou apenas em terceiro no grid. Sergio Pérez (Racing Point) e Daniel Ricciardo terminaram em quarto e quinto lugares, respectivamente.

Lewis Hamilton acelera Mercedes no circuito de Sochi — Foto: Divulgação

Completaram os dez primeiros colocados, da sexta à décima colocações, Carlos Sainz Jr. (McLaren), Esteban Ocon (Renault), Lando Norris (McLaren), Pierre Gasly (AlphaTauri) e Alexander Albon (RBR).


O GP da Rússia de Fórmula 1 começa às 8h10 (de Brasília) deste domingo, com transmissão ao vivo pela TV Globo. A narração será de Cleber Machado, com comentários de Luciano Burti. O ge também mostra a corrida em vídeo.



Leia mais em https://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/noticia/gp-da-russia-hamilton-passa-susto-no-q2-mas-sobra-no-q3-e-crava-pole-numero-96-na-formula-1.ghtml

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco