• Tatiana Carvalho

Gastronomia e reinvenção durante a pandemia

Sinta Stepani é natural da Indonésia e criou a Cozinha da Sinta, no Rio de Janeiro

Chef Sinta Stepani. Crédito: Divulgação

Sinta Stepani, nascida numa pequena cidade na ilha de Sulawesi/Celebes, na Indonésia, ganhou uma bolsa de estudo na ilha de Java e abraçou o mundo de Relações Internacionais - sonhava em ser diplomata. 


Ela se mudou em 2003 para o Brasil, trabalhando para Escritório Comercial da República da Indonésia em São Paulo (um centro de promoção do Ministério de Comércio da Indonésia vinculado com a Embaixada da Indonésia no Brasil), casou-se com um brasileiro e fixou raízes no Brasil e já tem um filho.  


Em 2018 a vida mudou novamente, e Sinta se mudou com a família para o Rio de Janeiro e decidiu mudar também de trabalho.


“Eu sonhei em ser agente de viagem, pois amo viagens e culturas diferentes. Não foi difícil abraçar o Brasil e mudar  para o Rio de Janeiro. Gastronomia sempre foi uma paixão”, explica Sinta. 

Com a pandemia houve a necessidade da reinvenção e da resiliência. “Descobri que o que mais amo é cozinhar. Sinto que tudo isso é apenas um começo de uma longa jornada  Me reinventei desde o início da pandemia”.   

Sinta iniciou durante a pandemia os serviços delivery da Cozinha da Sinta, atendendo inicialmente na Barra da Tijuca, onde mora. Sinta cozinha regularmente e faz entregas de refeições no almoço e jantar. “Gosto muito de conhecer pessoalmente os meus clientes mas com a alta demanda dos pedidos e também a pandemia, tento fazer isso de forma virtual e tenho entregadores”. 


Sinta também cozinha na casa dos clientes para evento com grupo maiores. “A minha especialidade é cozinha asiática, comida indiana, indonésia, tailandesa , vietnamita e taiwanesa”, conta.  Ela tem planos para abrir um restaurante no bairro no próximo ano.  


A comida é feita por Sinta, “e sempre  caseira, com amor e carinho. As pessoas sentem essas vibrações na comida e acabam pedindo outras vezes. Hoje em dia tenho clientes fiéis que pedem regularmente”.   Alguns dos ingredientes que ela não abre mão para fazer sua culinária autoral: “ adoro pimenta, molho de ostra, açafrão de terra, capim limão, folha de limão kaffir e folha de açafrão-da-terra, leite de coco, açúcar de coco, dentre outros.”, explica Sinta.  


Sinta também conta que atende a novos clientes todas as semanas que buscam por curiosidade, por desejar provar novos pratos.  


“Reeducação do paladar é meu objetivo. Trazendo esse novo sabor forte e picante do outro lado do mundo, quero convidar a todos a viajar junto comigo nos sabores da Ásia”, explica a chef.