• Tatiana Carvalho

Evento de inovação e economia criativa, BS Festival, está com inscrições abertas e gratuitas

Evento terá edição online entre os dias 24 e 27 de novembro; inscrições são gratuitas

BS Festival 2019 | Créditos: Marlon Erthal & Marginal Club

Depois do sucesso dos anos anteriores com mais de 11 mil inscritos, um dos principais eventos de inovação do Brasil já tem data para edição deste ano. Em 2020, devido às restrições provocadas pela pandemia de Covid-19, o BS Festival será online e ocorrerá entre os dias 24 e 27 de novembro. A iniciativa, realizada e produzida pelo BS Project e Grupo Austral, abordará temas sobre empreendedorismo, economia criativa, empoderamento e inovação. Entre os convidados, estão nomes como Benedita Casé, Lucas Foster e Rita Wu. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo site oficial.


É importante lembrar que o BS Festival nasceu com o intuito de democratizar a cultura da inovação. Portanto, neste ano, pela primeira vez com uma edição totalmente online, queremos expandir ainda mais o acesso das pessoas ao que há de novo e as principais tendências do mercado mundial. O BS Festival sai do espaço físico e entra no virtual oferecendo uma gama inédita de conteúdos e de forma gratuita”, afirma Vinicius Garcia, sócio-diretor do Grupo Austral.

Uma das novidades da edição atual é que ao invés de palestrantes, o festival terá provocadores. A ideia é que os debatedores provoquem o público ao final de cada evento. Ou seja, seguindo uma das premissas do projeto, retirar as pessoas de uma possível zona de conforto.


“2020 é o ano em que o mundo parou. Quem podia imaginar que seríamos parados assim? Achamos que tínhamos todas as respostas, mas percebemos que o mais importante são as perguntas. É pensando nisso que transformamos palestrantes em provocadores. Provocadores em questionadores. Questionadores em rebeldes que utilizam o poder das perguntas para transformar a inconformidade em ações que geram resultados”, define João Ramos, sócio fundador do BS Project e um dos idealizadores do BS Festival.

Provocadores confirmados

  • Lau Patrón

Escritora, comunicadora, ativista do anti-capacitismo - com pesquisa e projetos voltados para mães que vivem em regiões periféricas do Brasil, Lau é profissional da inclusão da pessoa com deficiência. Sua maternidade é vivência, fonte e o combustível de seu conhecimento. É TEDx Curator, e participou como palestrante no TEDxUnisinos, em 2018, e no TEDxSãoPaulo, em 2019. Vencedora do prêmio Mulheres que inspiram 2019, do grupo RBS, é autora do livro 71 Leões.

  • Rita Wu

Arquiteta, designer e pesquisadora brasileira, Rita explora a relação entre corpo e espaço, investigando a expansão que a tecnologia pode trazer. Atualmente pesquisa e desenvolve trabalhos com biologia sintética e biohacking. É Diretora de Conteúdo e Comunicação do Instituto Fab Lab Brasil e Consultora do programa Conversa com Bial, da Rede Globo. É apresentadora da série Remake, da VICE e jurada do reality show Batalha Makers Brasil da Discovery.

  • Lucas Foster

Formado em psicologia, especialista em liderança criativa e fundador da ProjectHub, Lucas liderou diversos programas de relacionamento e investimento entre grandes empresas como Google, YouTube, 3M, Braskem, DuPont, entre outras. Desde 2010, lidera programas de fomento e incentivo ao empreendedorismo e ao comportamento criativo em parceria com organizações nacionais, internacionais e agências do sistema ONU.

  • Sathish Bala

Indiano, graduado em Ciência da Computação, pela Ryerson University, empreendedor em série, investidor anjo, mentor de startups canadenses e criador do desiFEST, maior festival sul-asiático de música do Canadá.

  • Guilherme Contini

Designer e fundador do Erótica LAB. Mestrando em mídia e tecnologia pelo PPGMiT da UNESP. Trabalha com sex design e ecossistemas práticos de criação. É colaborador e participante ativo dos grupos “Transgressões - Gêneros, Sexualidades, Corpo e Mídia”, “P.I.P.O.L - Projetos Integrados de Pesquisa On-Line” e “Laboratório Maker de fabricação Digital 3D - SAGUI FAB LAB”.

  • Rodrigo Sabiah

Egresso do sistema penitenciário, Rodrigo, através do empreendedorismo, transforma a vida de outras pessoas. Trabalha com reciclagem e desenvolve projetos sociais voltados para crianças e adolescentes. Palestrante em casas prisionais e instituições para jovens. É educador social no CPCA com jovens aprendizes e na Osicon com jovens em vulnerabilidade.

  • Cecília Kuhn Vanin

Cecília tem 13 anos, estuda programação e faz homeschooling. Super conectada em tecnologia, é palestrante em debates sobre as mulheres na tecnologia.

  • Benedita Casé

Diretora Audiovisual e deficiente auditiva, Benedita fez parte do projeto "Surdos que Ouvem", contando a sua história e as dificuldades da surdez. Formada em Design pela PUC - Rio e trabalhou durante 4 anos como pesquisadora de conteúdo na equipe do Programa Esquenta (Tv Globo). Dirigiu o programa Fora da Caixa, apresentado por Luiz Quinderé e produzido pela Pindorama Filmes para o Canal "Mais Globosat". Dirigiu, para o Globoplay, a série documental “Tardezinha no Maraca”, um dos maiores eventos de entretenimento do Brasil.

  • Onília Araújo

Founder e Diretora na ICON Inovação Contábil, Onília é graduada em Ciências Contábeis (UFRGS), é ativista feminista, LGBTQ+, mãe do Pietro e luta pela valorização e desenvolvimento econômico do povo negro. Fundadora da empresa I.CON (Inovação Contábil) e integra a diretoria da Odabá, Associação de Afroempreendedorismo com sede em Porto Alegre.

  • Fausto Vanin

Agente da transformação digital, Fausto atua em iniciativas que usam a tecnologia para mudar o contexto social em que vive. Possui mestrado em Informática Aplicada pela PUC-PR e certificação em Inovação e Estratégia pelo MIT Sloan School of Management. Membro da OnePercent, co-fundador do Pox, membro da diretoria voluntária da Aldeia da Fraternidade, Fellow do Social Good Brasil e consultor de negócios na Odabá.

Demais provocadores serão confirmados nos próximos dias. O festival ocorrerá em cinco salas simultâneas, sempre das 16h às 20h. Os usuários poderão, ainda, ter acesso aos conteúdos que ficarão gravados na plataforma do BS Festival.