• Giovanna Leopoldi

Chegada do PIX em dados: buscas por "fim do ted e doc" sobem +1.850%

Buscas no Google e opiniões neutras no Twitter revelam brasileiros em dúvidas sobre a inovação do Banco Central


Em fevereiro de 2020, o Banco Central anunciou o PIX, método de transferência eletrônica de valores que promete revolucionar operações financeiras e substituir transações como TED e DOC. Com lançamento oficial previsto para novembro próximo, o assunto está dando o que falar na internet. A Decode, empresa de pesquisa de big data e inteligência de mercado, fez um levantamento que mostra que a busca por PIX aumentou em 426%, enquanto a procura pela expressão "fim do ted e doc" cresceu em 1.850%, nos últimos 12 meses.


O brasileiro está procurando entender como o PIX funciona. Desde o anúncio da novidade, em fevereiro, foram lançados 154 vídeos no YouTube sobre o novo meio de pagamento, que já somam mais de 56 milhões de views. A balança entre entusiastas e quem ainda não está pronto para adoção da tecnologia se encontra bastante dividida - são 29% contra 21%, enquanto a outra metade das menções avaliadas segue "indecisa".


"Os pagamentos instantâneos e a diminuição do uso de papel moeda são uma tendência mundial e o PIX chega como parte dela, inclusive para atender a uma expectativa da população e de pequenos negócios. Das citações no Twitter, vimos que dos internautas que se mostraram favoráveis, demonstraram ansiedade com o lançamento do PIX e ressaltaram os benefícios da plataforma", analisa Lucas Fontelles, Head de Consumer Insights da Decode.



Fonte: Assessoria de Imprensa

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco