• Tatiana Carvalho

Cervejaria artesanal Quinta do Malte comemora 10 anos com lançamento de modelo de franquia

São bares, containers, quiosques e veículo com investimento inicial a partir de R$ 32.500. Em 15 dias já foi aberta a primeira franquia


Cervejaria artesanal Quinta do Malte | Créditos: Divulgação

A Quinta do Malte, única cervejaria artesanal localizada na Estância Hidromineral de Socorro, no Circuito das Águas Paulista, comemora 10 anos no mercado com o lançamento de franquia, como estratégia de crescimento e expansão da marca.


“Com essa nova situação de mercado provocada pela pandemia, enxergamos a franquia como um canal de vendas mais efetivo”, afirma Carlos Navajas, gestor de franquia da cervejaria. “Temos a marca estabelecida e a credibilidade do mercado, isso nos permite avançar com segurança”, completa.

O projeto inaugural prevê um crescimento para cidades de até 150 km de Socorro - além da Baixada Santista e Grande São Paulo – o que engloba a capital paulista e Campinas, por exemplo.


Estão à disposição quatro modelos de negócio que incluem bar, van, dois containers e três quiosques. “Todos carregam o nosso conceito de produzir e servir cerveja artesanal unindo tradição, criatividade e modernidade”, diz Antonio de Pádua Junior, sócio da Quinta do Malte.


O investimento inicial mínimo - que inclui taxa de franquia, montagem e equipamentos; construção, obra e licenças; snack e enxoval – é de R$ 32.500. “O baixo investimento no início e rápido retorno, garante uma boa oportunidade de negócio para pessoas que, na atual situação, precisam encontrar trabalho e fontes seguras de renda”, explica Navajas.


Com o slogan “Ganhe dinheiro tomando cerveja e fazendo amigos”, o objetivo é atrair investidores que apreciem cerveja artesanal, a marca e administrem o negócio com paixão e pelo prazer de fazer novas amizades. O modelo de negócio é viável e tem tudo para acompanhar o crescente consumo de cerveja artesanal: em 15 dias, já foi aberta a primeira franquia, em um posto de gasolina, na cidade de Socorro, e que está com as vendas acima das primeiras expectativas. A cervejaria já está em negociação com cerca de 60 interessados.


Outro diferencial é que todos os modelos de negócio da franquia – com exceção da van que é apenas customizada - são fabricados dentro da própria Quinta do Malte, pela Galpão 21, uma unidade de produção de móveis e objetos de decoração de estilo industrial, pertencente a cervejaria. Seguindo a tradição artesanal, são produzidos com material e sobras de obras que seriam destinados ao descarte. A reutilização de materiais é uma forma que a cervejaria encontrou para contribuir com a preservação da natureza.


Na contra mão da maioria das empresas, mas com um fôlego encontrado ao explorar pontos de venda, a cervejaria investe. “Para colocar em prática o processo de franquia, houve um alto investimento na adequação de processos internos de distribuição e marketing e na contratação de profissionais qualificados”, conta Junior.

Modelo de Négocio


O quiosque pequeno é ideal para quem procura um negócio com baixo investimento e retorno rápido. Ao vender apenas chope (em copos ou growlers) e snacks, é muito fácil de operar. Por ser compacto (quase 20 m² aberto), pode ser colocado em pequenos espaços. O investimento inicial total é de R$ 32.519. Já o quiosque médio, além da torre de chope, traz uma geladeira para cervejas artesanais e outra para refrigerantes, sucos, chás e água. É compacto (24,12 m² aberto), e de fácil operação. O investimento inicial total é de R$ 40.574. O quiosque grande, embora com tamanho reduzido (28,5 m² aberto), é um bar completo: torre de chope, uma geladeira de cervejas artesanais, uma geladeira com refrigerantes, sucos, chás e água, uma chapa para hambúrguer, fritadeira, coifa e freezer para estoque. Um grande negócio para pequenos espaços. O investimento inicial total é de R$ 71.483.


O container beer é um bar completo: torre de chopp, duas geladeiras - uma de cervejas artesanais e outra para refrigerantes, sucos, chás e água -, chapa para hambúrguer, fritadeira, coifa e freezer para estoque. Agrega banheiros masculino e feminino. Aberto, ocupa uma área de 22,27 m². Neste caso, o investimento inicial total é de R$ 108.867. Já o container beer tap traz um painel inovador com 8 a 10 torneiras instaladas, para que o próprio cliente se sirva. Em cada torneira, um painel controla o consumo de chope, que é descontado em um cartão pré-carregado do cliente. Há, também, uma estação para preparo de drinques, chapa, fritadeiras e geladeiras. Com 22,27 m². aberto, tem banheiros masculino, feminino e acessível e o investimento inicial é de R$ 150.809.


Outra opção é o Empório & Bar, com um projeto visual com apelo industrial / retrô, que se torna um polo de atração para clientes de alto nível, descolados, com estilo de vida moderno e engajado. São pessoas que procuram um chope e uma cerveja de altíssima qualidade, em ambiente que traduz perfeita integração entre bom gosto e identidade com a marca. Por ser uma montagem/reforma feita em imóvel existente, os custos de obra sofrerão variações de acordo com o tamanho do imóvel, o estado de conservação e nível de acabamento desejado pelo franqueado. Para efeito de cálculo preliminar, estima-se o valor de R$ 1.200 a R$ 2.000 o m² de obra civil de bom nível, sem considerar equipamentos e taxas.


O Beer Car é uma van que leva os produtos da Quinta do Malte para os clientes. Trabalha com toda a linha de cervejas e growlers para atender residências, conveniências, padarias e comércio em geral para venda imediata. “É a famosa venda porta a porta, mas de forma moderna e eficiente”, explica o sócio. Como opcional, o veículo pode ter torneiras adaptáveis para servir chope em copos nos fins de semana em eventos, na ruas, etc. Pode ser montada em vans novas ou usadas, com no máximo três anos de uso. O investimento inicial total é de R$ 108.500.


A previsão de retorno do investimento em todos os casos é entre 18 e 24 meses.