• Giovanna Leopoldi

Bottas bate Verstappen e Hamilton em briga difícil pela pole do GP de Eifel



Valtteri Bottas é o pole position do Grande Prêmio de Eifel de Fórmula 1. Após uma briga apertada com Max Verstappen, da Red Bull, e o companheiro Lewis Hamilton, o finlandês fez o melhor tempo da última etapa da classificação e manteve a hegemonia da Mercedes na temporada. O inglês ficou com o segundo posto e o holandês com o terceiro.


"Claro que eu posso vencer amanhã. Só espero ter uma boa largada e vamos daí em diante", afirmou Bottas logo depois de conquistar o primeiro lugar.

A disputa deste treino classificatório foi um pouco diferente do que estamos acostumados a ver durante toda essa temporada, porque Max Verstappen ficou sempre na cola das Mercedes de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas. Nos segundos finais do treino classificatório, o holandês da Red Bull liderava, até que Bottas o superou.


"Estou um pouco desapontado, mas não tinha aderência na última volta. Mas esse é um circuito complicado e pode ser uma corrida interessante", declarou Verstappen.

Os pilotos foram para a classificação após terem feito apenas uma sessão de treinos livres, depois que todas as atividades de sexta-feira foram canceladas devido à neblina, que impedia que o helicóptero médico levantasse voo. Mas ninguém foi para a definição do grid com menos experiência do que Nico Hulkenberg.


Depois de ter substituído Sergio Perez nos GPs da Grã-Bretanha e dos 70 Anos em agosto, ele novamente foi chamado às pressas para andar pela Racing Point, desta vez entrando no lugar de Lance Stroll, que acordou com um mal-estar neste sábado. O alemão se preparava para comentar a corrida pela TV alemã quando foi chamado poucas horas antes da classificação, e não passou da última colocação no grid.


A única sessão de treino livre do final de semana foi liderada pela maior parte do tempo por Max Verstappen, da Red Bull, mas no final as Mercedes apertaram o ritmo e Valtteri Bottas fez o melhor tempo, com 1min26s225, e Lewis Hamilton foi o segundo, a 136 milésimos do companheiro.


A largada será no domingo (11), às 9h10 (de Brasília), e terá transmissões da TV Globo e da rádio BandNews FM. A 11ª etapa do campeonato da Fórmula 1 será disputada em Nurburgring, na Alemanha, e recebe o nome de GP de Eifel, nome dado à região de montanhas que cobre parte do oeste da Alemanha e avança pelos territórios belga e de Luxemburgo. A pista não recebe a categoria desde 2013, e foi um dos circuitos integrados ao calendário devido aos cancelamentos decorrentes do coronavírus.


É a segunda chance de Lewis Hamilton igualar as 91 vitórias de Michael Schumacher, recorde histórico da categoria. E o grande adversário do inglês, que domina a temporada, promete ser o clima: frio, com temperaturas próximas dos 10ºC, e chuva, devem marcar o final de semana.

Por UOL

https://www.uol.com.br/esporte/colunas/pole-position/2020/10/10/classificacao-gp-de-eifel.htm

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco